Quem é Paulo Querido

Olá, o meu nome é Paulo Querido e sou jornalista e autor.

Como free-lancer tenho publicado ultimamente no Dinheiro Vivo (último artigo: Viver na nuvem. Como as empresas digitais fogem ao fisco).

Enquanto jornalista-programador, fiz diversas aplicações web e estou a desenvolver uma web app para a agência noticiosa portuguesa, Lusa.

Mantive de 2010 a 2013 uma coluna diária no Jornal de Negócios; pertenci aos quadros de jornais como o Expresso e o Diário Popular e publiquei em jornais como o Público e o Correio da Manhã.

Usei máquina de escrever, telefone e telex nos anos 80, um computador CP/M e uma conta na CompuServe ainda nessa década e a Internet nos anos 90; mexi em Linux na década de 2000 e aprendi alguma coisa de linguagens de programação.

Por isso defino-me hoje como um jornalista-programador. Também dou formação nessa área e em data-journalism.

Ligações atuais

Artigos recentes sobre a Internet e o seu impacto na economia no Dinheiro Vivo aqui.

Coluna no Jornal de Negócios (arquivo aqui).

Trabalhei para o site da televisão belga RTL durante a maior parte de 2012.

Produzi web apps (newsroom intelligence) para o Jornal de Negócios, Record e Correio da Manhã.

Capacidades técnicas

  • Uso sobretudo PHP e Linux shell scripting.
  • desenvencilho-me com CSS, Javascript e HTML. Na pré-história programei em Perl.
  • Estou a aprender Python na horas livres.
  • Sei por a trabalhar em poucos minutos um servidor na cloud da Amazon (AWS, EC2, S3).
  • Consigo afinar serviços MySQL e Apache com sucesso modesto e orgulho-me disso.
  • Posso instalar um acelerador Varnish com configurações simples. Ajuda.

Milestones

  • Comprei um Spectrum 48K em 1983. Escrevi uma aplicação em BASIC (chamavam-se "programas" nessa altura) para processar as contas das classificações das ligas de futebol. Reduzia o tempo de execução de 3 horas (manual) para 20 minutos! Foi o meu primeiro produto de computer-assisted journalism.
  • Primeiro modem em 1988. 1.200 baud e montes de lixo.
  • Conta CompuServe em 1989.
  • Primeira entrevista através da Internet durante a Whitbread Ocean Race 1989/90).
  • Co-fundei a BBS "A Rede" cerca de 1992.
  • Escrevi o primeiro de cinco livros relacionados com a Internet em 1988. Intitula-se "Homo Conexus".
  • Antes do crash das dot-com fui o editor da "Recortes", uma revista web-only sobre tecnologia.
  • Descobrir Perl e Perl/Tk em 2000 foi algo especial!
  • In 2003 passei a chamar "blog" à minha "página web". E em junho comecei o weblog.com.pt, provavelmente o primeiro alojador de blogs ativo em Portugal.
  • 2008 foi o ano em que me assumi como jornalista-programador. A primeira web app foi o OE2009, um "stream" sobre a discussão do Orçamento de Estado para 2009 combinando notícias, blogues, tweets and bookmarks (via Delicious), com uma componente de crowdsourcing.

Mais acerca